Featured
Open Panel
ALE-RR

Corpo de Bombeiros inicia Curso de Resgate e Atendimento Pré-Hospitalar

O Corpo de Bombeiros Militar de Roraima deu início, na manhã desta segunda-feira, 10, a mais um curso de aperfeiçoamento para seus militares. O CRAP (Curso de Resgate e Atendimento Pré-Hospitalar) contará com a participação de 29 militares, sendo 27 bombeiros e dois do EB (Exército Brasileiro).

O CRAP tem por objetivo proporcionar a capacitação dos militares do CBMRR para exercerem a função de socorristas, levando em consideração as novas demandas operacionais, aliadas às novas doutrinas na área de atendimento pré-hospitalar, preparando o profissional para atendimento das mais diversas situações operacionais.

O curso terá carga horária total de 584 horas-aula, distribuídas em oito módulos, englobando aulas teóricas, práticas, visitas técnicas e estágio operacional. A previsão de encerramento do curso é para o dia 12 de julho. 

O coordenador do curso, o capitão do CBMRR Sidney Fernandes Araújo, detalhou como irá ocorrer a capacitação. “O curso visa tratar várias filosofias, assim como implantar uma doutrina focada na gestão do atendimento pré-hospitalar em cenários, observando normas técnicas e metodologias, dentro de uma área que está constantemente em evolução. Há necessidade desse aprimoramento técnico dos profissionais para prestar um atendimento de maior qualidade à população”, disse.

O comandante geral do CBMRR, coronel Jean Cláudio de Souza Hermógenes, destacou a importância de manter a tropa em constante aperfeiçoamento. “Uma forma de motivar a tropa é a capacitação e a especialização. Então, é mais um curso para melhor atender a nossa população. É um curso extenso e muito técnico que especializará parte do nosso efetivo para atuar diretamente no Resgate”, afirmou.  

Para ministrar a aula inaugural do curso, o CBMRR convidou o tenente da reserva, Flávio de Araújo, um dos pioneiros do Resgate em Roraima. Ele contou um pouco de sua história como socorrista, falou das dificuldades encontradas no início e destacou principalmente a importância do amor a profissão.

“Recebi o convite na sexta-feira só para contar um pouco da história de como foi a implantação do Resgate para essa turma que vai começar esse curso, mas eu me surpreendi. Não sabia que iriam estar todos aqui e eu fiquei muito emocionado, porque a gente que trabalha com resgate trabalha com muito amor e foi isso que eu quis passar para os novos bombeiros”, ressaltou.

(Fonte: Assessoria de Co,unicação)

Postagens Anteriores